"A dor é temporária. Desistir dura para sempre."
(Lance Armstrong)

>> A culpa é dos hormônios!

29/09/16 

 

 

Reposição hormonal, obra do Dr. Marcos Natividade, é um guia indispensável para compreender o funcionamento dessas moléculas no organismo e como elas podem aumentar a qualidade de vida

Deficiências hormonais podem trazer muitos problemas físicos e psicológicos. Hipertensão, osteoporose, reumatismo, doenças cardiovasculares e aumento de peso são alguns dos mais recorrentes. Além disso, depressão e mau humor também podem estar relacionados ao desequilíbrio hormonal!

 

Com quase 10 anos de experiência na área, o Dr. Marcos Natividade expõe os principais benefícios do uso correto de hormônios para manutenção e funcionamento de um organismo saudável. O livro Reposição Hormonal, publicado pelo selo Vital da editora Pandorga, é a maneira que ele encontrou de passar todo o conhecimento acumulado sobre o assunto para a população.

 

Aliando a medicina ortomolecular ao tratamento hormonal de seus pacientes, Dr. Marcos explica nas páginas da obra diversos casos médicos, efeitos e funcionamentos dos hormônios no organismo. As explicações são simples e bem escritas, permitindo que até mesmo a pessoa mais leiga em biologia entenda como o corpo humano funciona e quais seriam os benefícios do uso dessas substâncias no corpo – desde que utilizadas corretamente.

 

Mas a obra vai além de um livro explicativo para pacientes. As páginas contêm informações valiosíssimas para qualquer médico que queira se aprofundar na área, com dados relevantes sobre composição e reações entre células.

 

Acima de tudo, Reposição Hormonal, é uma obra que auxilia a toda uma população na busca por uma melhor qualidade de vida, junto com um envelhecimento saudável e um completo funcionamento do corpo – afinal, quando o assunto é saúde, é melhor prevenir do que remediar!

SOBRE O AUTOR Dr. Marcos Natividade é médico graduado pela Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro (Uberada – MG) em 1980. Fez residência em Cardiologia no Hospital das Forças Armadas (Brasília – DF) e é especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e Associação Médica Brasileira. Membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia é pós-graduado em Terapia Ortomolecular no Curso de Medicina Ortomolecular pelo IBEHE-FACYCS; em Homeopatia pelo Instituto Brasileiro de Estudos Homeopáticos.

 Membro da Associação Médica Brasileira de Oxidologia (AMBO) e Professor do curso de pós-graduação em Ortomolecular ministrado pela FAPES (Fundação de Apoio e Pesquisa na Área de Saúde). Fez curso de Modulação Hormonal pela Longevidade Saudável. Participante ativo dos Congressos da AMMG (Age Management Medicine Group) nos Estados Unidos da América há oito anos.

Fonte e informações – Lilian Comunica

Jéssica Marques – WEBPAN

 

Categorias: Saúde
Postado por priscilla aloi 

>> SUCESSO NOS PALCOS DA BROADWAY -agora em São Paulo!

28/09/16 

 NOVA MONTAGEM DE MY FAIR LADY

Jorge Takla assina a direção do musical que completa seis décadas este ano

Considerado um dos musicais mais populares de todos os tempos, o clássico My Fair Lady completa 60 anos e ganha  uma nova montagem assinada pelo diretor Jorge Takla. Com grande elenco e orquestra ao vivo, o espetáculo –  baseado no clássico Pigmalião, de George Bernard Shaw – narra a história de um professor aristocrata, Mr. Henry Higgins, que aceita o desafio de transformar a pobre Eliza Doolittle, vendedora de rua sem qualquer refinamento, em uma dama da alta sociedade.

Com cenários e figurinos luxuosos, o espetáculo  ocupa o Teatro Santander  até o dia 6 de novembro de 2016.

Foto divulgação – João Caldas

Os ingressos estão à venda nos sites Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br) e Entretix (www.entretix.com.br) ou diretamente na bilheteria do teatro (ver serviço no final do texto).

 

Paulo Szot, barítono brasileiro com uma sólida carreira internacional no mundo da ópera, interpreta o principal personagem masculino. Esta será sua primeira participação em um musical no Brasil. Em 2008, Szot ganhou o Tony (Oscar do teatro americano) de melhor ator por sua performance no musical South Pacific, na Broadway (NY), além de outros três prêmios nos Estados Unidos – o Drama Desk, o Outer Critic’s Circle e o Theater World Awards, fato inédito para um brasileiro.

 

“Era um desejo antigo me apresentar aqui depois de tantos anos, ainda mais fazendo um musical na companhia daquele que considero um dos maiores diretores do país. Takla é sinônimo de bom gosto e de belíssimos espetáculos. Nossa parceria vem de longe. Ele me dirigiu na ópera La Bohème, em 1998, e em Candide, com a OSESP, em 2014. Isso foi decisivo para eu ter aceitado esse convite. Não poderia estar mais feliz”, pontua Szot.

 

Acostumado a grandes desafios – como interpretar, em sua estreia no Metropolitan de Nova York, o difícil papel principal da ópera O Nariz, de Shostakovich, em atuação considerada “esplêndida” pela crítica especializada –, Szot tem mais uma empreitada pela frente. O Professor Higgins, seu personagem em My Fair Lady, exige que ele exercite seu talento dramático não apenas nas canções mas nas muitas cenas faladas, que correspondem a quase dois terços do espetáculo. Além disso, como Higgins é um professor de fonética, suas três primeiras canções são praticamente declamadas.

 

O papel da protagonista Eliza Doolittle coube a Daniele Nastri, selecionada através de audição em meio a cerca de 600 candidatas. A jovem soprano nascida em Goiânia (GO) tem uma sólida formação. Graduou-se em canto pela Universidade Federal de Goiás e fez mestrado em performance na Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance, em Londres. Integrou, entre 2008 e 2011, o Coro da Orquestra Sinfônica de Goiânia e chegou a se apresentar, no ano passado, no Blackheath Halls, na capital inglesa, interpretando a rainha das fadas Tytania, da ópera Sonho de uma noite de Verão, de Benjamin Britten. My Fair Lady marca a sua estreia em musicais.

 

“Estar nesse espetáculo ao lado do Paulo Szot, do Jorge Takla e de todos esses profissionais é uma situação quase surreal, como se eu estivesse em um sonho. Tenho todos eles como referência e inspiração, por isso estar nessa equipe só faz com que eu queira me dedicar e aprender ainda mais”, comemora.

 

Também fazem parte do elenco – que conta com um total de 30 atores e 14 músicos – nomes conhecidos do público brasileiro por suas atuações no teatro musical, entre eles Sandro Christopher (Alfred Doolittle), Eduardo Amir (Coronel Pickering), Frederico Silveira (Freddy Eynsford-Hill), Eliete Cigaarini (Sra. Higgins) e Daniela Cury (Sra. Pearce).

 

A música original é de Frederick Loewe. O libreto e as letras – de autoria de  Alan Jay Lerner – foram vertidos para o português por  Cláudio BotelhoLuis Gustavo Petri, compositor e maestro que coleciona prêmios em universos tão distintos quanto o sinfônico, o operístico e os grandes musicais, é o responsável pela direção musical do espetáculo, onde contará com o apoio decisivo de Tânia Nardini, diretora associada e coreógrafa – ambos são colaboradores de longa data de Takla, assim como o premiado figurinista Fábio Namatame, autor de projetos para mais de cem peças, musicais, óperas e filmes, e o iluminador Ney Bonfante. O argentino Nicolás Boni assina os cenários.

 

foto- divulgação João Caldas

 

 

 

“A nova montagem acontece num momento oportuno. A sociedade busca discutir de forma mais ampla temas e questões tratados no texto e que infelizmente ainda são muito atuais, como a discriminação de classe, o preconceito de gênero e as barreiras sociais. O autor apontava, já naquela época, a cultura e a educação como meios possíveis de superação e mobilidade social”, destaca  Stephanie Mayorkis, produtora do espetáculo e diretora da divisão de teatro da IMM Esporte e Entretenimento.

 

A história de Pigmalião teve sua primeira versão para o cinema em 1938 e, em 1956 chegou à Broadway rebatizada como My Fair Lady, obtendo enorme sucesso de público e crítica. A versão musical para o palco trazia Julie Andrews e Rex Harrison nos papeis principais e foi premiada com seis Tony e um Theater World Award. Oito anos depois, Harrison retornava ao papel na versão cinematográfica de George Cukor, desta vez contracenando com Audrey Hepburn, para repetir o grande sucesso do musical. Ao todo, o filme recebeu oito Oscar, três Globo de Ouro e o Bafta de Melhor Filme.

 

Para celebrar os 60 anos de sua estreia na Broadway, o espetáculo ganha, também neste mês de agosto, uma produção dirigida pela própria Julie Andrews, na Sydney Opera House, na Austrália. Com estreia prevista para o dia 30, a encenação tem coreografia de Christopher Gattelli (vencedor, em 2012, de um Tony Award por Newsies) e recriará os cenários e figurinos originais desenhados, respectivamente, por Cecil Beaton e Oliver Smith.

 

No Brasil, a primeira encenação de My Fair Lady foi produzida em 1962 por Victor Berbara, por várias décadas considerado o rei dos musicais. Além de Bibi FerreiraPaulo Autran e Jayme Costa nos papéis principais, a montagem – que em português recebeu o título de Minha Bela Dama – contava ainda com a jovem Marília Pêra em início de carreira. O espetáculo fez grande sucesso e ficou três anos em cartaz, em teatros do Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

 

Esta é a segunda montagem que Jorge Takla faz do espetáculo (a primeira foi há nove anos) e ele optou por realizar um espetáculo inteiramente novo. “Trabalhar numa nova montagem deste clássico, encenado nos maiores teatros do mundo de dez em dez anos, é um desafio imenso, delicioso e renovador. Eu mudei cenários, figurinos e elenco, mas a música e a história permanecem cada vez mais adoráveis e contundentes”, resume.

 

A montagem é fruto de uma parceria entre três grandes produtoras – a  Takla ProduçõesEGG Entretenimento (da produtora Stephanie Mayorkis) e  IMM Esporte e Entretenimento e é apresentada pelo Ministério da CulturaMercado Livre e Mercado Pago, com patrocínio da Renner e Zurich Santander Seguros e apoio da Estácio e Colgate.

 

ALGUNS NÚMEROS DESTA MONTAGEM:

 

 350 profissionais envolvidos (entre atores, músicos, técnicos, camareiros, costureiros, aderecistas, maquiadores, marceneiros etc.)

 80 perucas (serão utilizados 60 litros de laquê e 8 mil grampos ao longo da temporada)

– 200 figurinos

– 90 chapéus

– 1.200 metros de tecido para figurinos

– 50 microfones

– 500 horas de ensaio

 

CURIOSIDADES SOBRE MY FAIR LADY:

 

– A estreia na Broadway aconteceu em 1956. O espetáculo ficou em cartaz
por seis anos, fez 2.717 apresentações e alcançou a marca de quatro milhões de espectadores. Além disso, fez de Julie Andrews uma estrela e transformou Rex Harrison em uma celebridade internacional.

 

– Um dos maiores sucessos da Broadway de todos os tempos, a peça já foi produzida em 22 países, como México e Japão, e traduzida para onze idiomas.

 

– Colecionou vários prêmios, incluindo o Tony Awards, na Broadway, e o Olivier Awards, em Londres, como Melhor Musical.
 Sua versão para o cinema venceu oito Oscar, incluindo o de Melhor Filme.

 

– Grandes atores como Peter O`Toole, Richard Chamberlain, Jeremy Irons e Jonathan Pryce passaram pelo papel do Professor Higgins. E algumas das maiores cantoras do planeta,  entre elas Kiri Te Kanawa, Renée Fleming, Birgit Nilson,  incluíram em seu repertório as canções interpretadas pela personagem Eliza Doolittle.

 

– A montagem brasileira, de 1962, foi um dos grandes sucessos de público da década. Jornais exaltavam a performance de Bibi Ferreira, destacando inclusive sua capacidade de fazer trocas de roupa em apenas 30 segundos. A montagem veio de Nova York e tinha que ser idêntica à original da Broadway, por conta disso produtores americanos acompanhavam de perto a produção.

 

 PAULO SZOT (biografia)

 

Paulo Szot nasceu na cidade de São Paulo e foi criado em Ribeirão Pires. Começou sua trajetória musical aos cinco anos, quando aprendeu a tocar piano. Mais tarde, aprendeu também violino e dança.

 

Aos 18 anos foi estudar na Jagiellonian University, em Cracóvia, na Polônia, país de onde seus pais emigraram após a Segunda Guerra Mundial. O canto profissional só entrou na sua vida em 1989, com o Polish National Song & Dance Ensemble “Slask”.

 

Debutou na ópera em uma produção de O Barbeiro de Sevilha, no Teatro Municipal de São Paulo, em 1997. Desde então, Szot se apresentou nas principais companhias de ópera da Europa, América do Norte e Oceania.

 

Em 2008, estrelou a remontagem de South Pacific na Broadway. Além de ganhar prêmios, arrebatou a crítica. Ben Brantley, do The New York Times, escreveu: “Quando ele canta Some Enchanted Evening ou This Nearly Was Mine, não é como um hit  romântico daqueles de provocar desmaios (embora obviamente o seja) mas como uma consideração honesta e medida de amor.”

 

Na temporada de 2008-2009, Szot fez sua estreia na Orquestra Filarmônica de Nova York, ao lado de Liza Minnelli. Em 2010, estreou no Metropolitan Opera, com O Nariz, e debutou no Carnegie Hall. No ano seguinte, voltou ao Metropolitan, estreou na Ópera de Paris, pisou novamente no Carnegie Hall e apresentou-se no Lincoln Center. 

 

Entre 2010 e 2012, marcou ponto no renomado e tradicional Cafe Carlyle, em Nova York, com o show solo An Evening with Paulo Szot, aclamado por crítica e público (“em sua última canção, If Ever I Would Leave You, Szot faz a sala arder em chamas“, registrou o New York Times).

 

Ainda em 2012, seguiu com o musical South Pacific para o West End londrino e recebeu uma indicação a melhor ator no Olivier Awards. (“A principal razão para ver essa remontagem é assistir ao barítono brasileiro Paulo Szot como Emile. Ele traz para o papel um domínio de palco, um senso de solidão e um tom polido que quase param o show quando canta This Nearly Was Mine”- The Guardian).

 

Em 2013, fez sua estreia no Teatro Scala de Milão e na Ópera de Roma e apresentou-se  como convidado da Orquestra Filarmônica de Nova Iorque no concerto de gala An Evening with Paulo Szot, que junto com a temporada no 54 Below, em Manhattan, acabou lhe valendo uma indicação ao MAC Awards como “best celebrity show” de 2013. (Paulo Szot canta com um poder que faz você sair de órbita” – The New York Times.)

 

Presença assídua no Metropolitan de Nova York e de diversas casas de ópera pelo mundo, após a temporada paulista com My Fair Lady Szot levará a Madri o seu show com canções de Jobim e Sinatra e depois cumprirá temporadas líricas em Paris e Amsterdam.

 

FICHA TÉCNICA

 

My Fair Lady

Uma produção Jorge Takla, Stephanie Mayorkis e IMM

Baseado no clássico Pigmalião, de George Bernard Shaw 

Músicas: Frederick Loewe 

Texto e Letras:  Alan Jay Lerner

Versão Brasileira: Cláudio Botelho

Direção Geral: Jorge Takla

Direção associada e Coreografia: Tânia Nardini

Direção Musical: Luis Gustavo Petri 

Cenário: Nicolás Boni

Figurino: Fábio Namatame

Design de Luz: Ney Bonfante

Design de Som: Tocko Mickelazzo

Visagismo: Duda Molinos

Perucas: Feliciano San Roman

Produtora e diretora da divisão de teatro da IMM: Stephanie Mayorkis

SERVIÇO

Ministério da Cultura, Mercado Livre e Mercado Pago apresentam:

My Fair Lady

Estreia: 27 de agosto

Temporada: até 6 de novembro de 2016

Local: Teatro Santander

Endereço: Complexo do Shopping JK – Av. Juscelino Kubitschek, 2041 – Itaim Bibi – SP

Horários:

Quinta, às 21h

Sexta, às 21h

Sábado, às 17h e 21h

Domingo, às 16h e 20h

 

Ingressos:

Quintas

Frisas balcão: R$ 50,00

Balcão nobre B: R$ 50,00

Balcão nobre A: R$ 120,00

Frisas plateia superior: R$ 140,00

Plateia superior: R$ 180,00

Plateia VIP: R$ 240,00

Sextas, sábados e domingos às 16h

Frisas balcão: R$ 50,00

Balcão nobre B: R$ 50,00

Balcão nobre A: R$ 140,00

Frisas plateia superior: R$ 160,00

Plateia superior: R$ 200,00

Plateia VIP: R$ 260,00

Domingos às 20h

Frisas balcão: R$ 50,00

Balcão nobre B: R$ 50,00

Balcão nobre A: R$ 50,00

Frisas plateia superior: R$ 160,00

Plateia superior: R$ 200,00

Plateia VIP: R$ 260,00

 

 

 

Vendas:

Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br), Entretix (www.entretix.com.br) ou pelo telefone (11) 4003-1022

Bilheteria do teatro – horário de funcionamento: domingo a quinta, das 12h às 20h ou até o início do espetáculo / sexta e sábado, das 12h às 22h)

Classificação Etária: livre (menores de 12 anos acompanhados dos pais ou responsáveis)

Duração: 2h30 em 2 atos, com 15 minutos de intervalo

Capacidade: 1.081 lugares

Fonte e informações -Canivello Comunicação

INSTAGRAM: myfairladybrasil

FACEBOOK: facebook.com/myfairladybrasil

 

 

Categorias: Entretenimento
Postado por priscilla aloi 

>> HABIB’S LANÇA TRÊS NOVOS BEIRUTES

25/09/16 

Ação criada pela Publicis segue a linguagem do famoso comercial “Leilão” e reforça que tem novidades que só o Habib’s oferece.

 

A maior rede de culinária árabe do mundo, o Habib’s, volta a surpreender o público com mais uma campanha inusitada, desta vez para promover os novos beirutes de peito de peru, calabresa e mortadela. Criada pela Publicis, a ação de comunicação resgata personagens do último comercial da marca, intitulado “Leilão”. A nova campanha inclui filme para TV, internet, mídia out of home e PDV.

No comercial, um palhaço e um rei se apresentam para uma plateia desanimada e cantam uma música que descreve um sanduíche sem novidades, o mesmo de sempre. Quando o palhaço tenta animar o público, ninguém se anima com a mesmice. Em seguida, o filme apresenta os três novos sabores de beirute e lembra que só no Habib´s você encontra essas novidades.

“O Habib’s volta a apostar em um de seus clássicos. O beirute é amado pelos nossos clientes e é diferente da oferta tradicional do fast-food. Os novos sabores buscam ampliar a participação da categoria sanduíches no Habib’s”, explica André Marques, diretor de marketing do Habib’s.

A criação é de Fred Gerodetti, Paulo Damasceno, Vitor Hildebrand e Rodolfo Monteiro, sob direção de criação de Hugo Rodrigues, Kevin Zung e Marcelo D’Elboux. A direção do filme é de Quico Meirelles e Rogério Utimura, das produtoras O2 Filmes e F5 Films.

 

Ficha técnica

Cliente: Habib´s

Produto: Beirutes novos sabores

Agência: Publicis

Título: O Mesmo

Direção de criação: Hugo Rodrigues, Kevin Zung e Marcelo D’Elboux
Criação: Fred Gerodetti, Paulo Damasceno, Vitor Hildebrand e Rodolfo Monteiro
Atendimento: Danilo Ken, Thais Azevedo, Caroline Poppi
Planejamento: Eduardo Lorenzi, Bibiana Lopez

Mídia: Miriam Shirley, Viviana Maurman, Dante Mennichelli e Ana Beatriz Battaglini
Tráfego: Rose Ramalho
RTVC: Tato Bono, Cayan Lobo, Gabriel Borsatto

Art Buyer: Selma Momosse

Produtora: O2 Filmes, F5 Films

Direção do filme: Quico Meirelles e Rogério Utimura

Direção de fotografia: Aldo Imperatrice

Direção de arte: Daniela Bevervanso

Pós-produção: O2 Pós, F5 Films

Finalização: O2 Pós

Produtora de áudio: Raw Áudio

Aprovação do cliente: André Marques, Bruno Reis, Tânia Paina

Fonte e informações -Juliana Lima | Press and Corporate Communications Advisor
Publicis Brasil

Categorias: Mídia
Postado por priscilla aloi 

>> Só em Deus …

17/09/16 

SE DEUS É POR NÓS QUEM SERÁ CONTRA NÓS ? Pense nisso…hoje nós depositamos nossa confiança nos homens e em homens que tem ou tiveram o poder … o poder humano passa , mas o poder de Deus sempre permanece -veja em todos os relatos bíblicos . Deus é aquele que liberta o cativo, Deus é aquele que vê as necessidades de seus filhos- DEUS É JUSTO porque conhece o mais profundo de nosso ser e sabe de todas as intenções que trazemos em nosso coração.

Podemos sim mentir e enganar outras pessoas, mas esquecemos que Deus ninguém engana -porque O PAI conhece cada um de nós de maneira particular .

Não queira medir forças com Deus ou praticar uma justiça através de vingança -lembre-se que  em toda história da humanidade -DEUS SEMPRE VENCE !

Bom final de semana! Priscilla Aloi

 

vídeo domínio-público youtube

Categorias: Espiritualidade
Postado por priscilla aloi 

>> Afif: terceirização é uma das saídas para crise.

16/09/16 
Presidente do Sebrae destaca que mudança na legislação pode ser uma importante ferramenta para geração de emprego

 

A regulamentação da terceirização foi tema de reunião realizada nesta quinta-feira (15), no Palácio do Planalto,  entre representantes do Governo Federal, das entidades representativas da classe empresarial e de trabalhadores do setor de prestação de serviços. O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, destacou que os pequenos negócios estão fortemente interessados no processo de terceirização.

 

“Vim trazer a visão das micro e pequenas empresas em relação ao tema. A terceirização é um avanço importante. Tem que ser feito agora. Ela é um fator de geração de emprego”, afirmou Afif. O presidente do Sebrae destacou que o Brasil está em um processo de amplo desemprego e que é preciso buscar formas de facilitar a criação de mais postos de trabalho. “É mais fácil gerar emprego e renda nas micro e pequenas empresas do que nas grandes estruturas”.

 

De acordo com ele, essa ocasião é propícia para o surgimento de muitas atividades para novos empreendedores que hoje são trabalhadores, mas que podem enxergar uma oportunidade e se tornarem fornecedores da empresa para a qual trabalham. “A terceirização é um benefício para os pequenos. Você dá a oportunidade de muita gente identificar uma atividade em uma cadeia produtiva e se tornar empreendedor. O operário vira empresário”, explicou.

 

Afif ainda ressaltou que a regulamentação da terceirização não deve ser confundida com a precarização da força de trabalho. “Não venham me falar disso. Precarização é a falta de emprego. É fundamental deixar claro que ninguém está tirando direitos”.

 

Entre os participantes da reunião estavam o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, o secretário-executivo do Ministério do Trabalho, Antônio Barreto, o assessor do Gabinete Pessoal do Presidente da República, Mozart Vianna, o coordenador do Grupo Temático, Gaudêncio Torquato, o presidente da Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação (Febrac), Rui Monteiro Marques, e o vice-presidente Financeiro Central Brasileira do Setor de Serviços, Batista Diniz.

 Fonte e informações:

Assessoria de Imprensa Sebrae

 

 

Categorias: Política
Postado por priscilla aloi 

>> Tatá com Tudo …

15/09/16 

Cantor Daniel participa do “Tatá com Tudo”, da Nativa FM, nesta sexta-feira

A locutora Tatá apresenta o “Tatá com Tudo” na Nativa FM

Foto divulgação

 A edição desta sexta-feira, dia 16, do programa Tatá com Tudo vai receber o cantor Daniel. Ele participará da atração da Nativa FM comandada pela locutora Tatá das 11h ao meio-dia. Os ouvintes podem participar enviando perguntas para o convidado pelo WhatsApp (91) 98441-6545. A entrevista também será transmitida ao vivo na página do programa no Facebook: https://www.facebook.com/tatacomtudonativa

Na próxima terça-feira, dia 20 de setembro, é a vez da dupla Fernando & Sorocaba participar do programa.

​O Tatá com Tudo vai ao ar de segunda a sexta, das 11h às 12h, para toda a Rede Nativa FM. Ouça a rádio ao vivo na web em http://bit.ly/2cesu6G ou pelo aplicativo Band Rádios disponível para os sistemas Android e iOS.

 Fonte e informações – André Rizzatto 

Categorias: Entretenimento
Postado por priscilla aloi 

>> GRAACC PROMOVE SEU PRIMEIRO LEILÃO DE VINHOS BENEFICENTE

14/09/16 

 

As garrafas doadas foram avaliadas pelo especialista em vinhos Jorge Lucki

São Paulo, setembro de 2016 – Em mais uma ação em comemoração aos seus 25 anos, o GRAACC promove o seu primeiro leilão de vinhos online no portal Winebid (https://www.winebid.net/), canal especializado em leilões de vinhos da Superbid.  Os lotes estarão disponíveis para lances até o dia 15 de setembro e todas as bebidas doadas foram armazenadas em adegas na Dedalo Leilões. O crítico e consultor de vinhos Jorge Lucki é o responsável pela curadoria dos rótulos.

 

A avaliação do especialista garante a qualidade e procedência das garrafas, que são checadas pessoalmente por ele. Entre os vinhos que serão leiloados estão alguns rótulos exclusivos como: Dom Pérignon Vintage 2006, Veja-Sicília Único 2013, Château Palmer 2014 e Château Mouton Rothschild 1982, Château Margaux 2007, Château Lynch Bages 2006 e Solaia 2006.

 

O leilão é fruto de uma parceria entre o GRAACC, Dedalo Leilões e Superbid. O evento é organizado pela Dedalo e é realizado na plataforma Superbid, em que os participantes devem se cadastrar para registrar os seus lances.

 

Toda a renda arrecadada com a venda dos vinhos será revertida para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer do Hospital do GRAACC. “A iniciativa é exemplo da importância de construir ações em conjunto com a sociedade para gerar recursos fundamentais para nossa entidade”, afirma o Dr. Sergio Petrilli, superintendente médico do GRAACC. “É desta forma que temos conseguido avançar ao longo destes 25 anos, permitindo o crescimento sustentável de nossa instituição e possibilitado maior chance de cura aos nossos pacientes”, completa.

 

Sobre o GRAACC

Referência no tratamento e pesquisa do câncer infantojuvenil na América Latina, principalmente em casos de alta complexidade, e uma das mais respeitadas e bem-sucedidas instituições do País, o GRAACC – Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer, criado em 1991, tem a missão de garantir a crianças e adolescentes com câncer todas as chances de cura com qualidade de vida. A organização é reconhecida pelos expressivos resultados obtidos na cura do câncer infantil, alcançando índices de cerca de 70%. O GRAACC tem um hospital próprio que, em parceria técnico-científica com a UNIFESP, realiza mais de 29 mil consultas, 1,6 mil procedimentos cirúrgicos e 16 mil sessões de quimioterapia anualmente.  Com o orçamento para 2016 estimado em R$ 97 milhões, atende mais de 3 mil crianças e adolescentes por ano. Informações no www.graacc.org.br.

 

 Fonte e informações Perspectiva Comunicação

 

 

 

 

 

Categorias: Voluntariado
Postado por priscilla aloi 

>> ALBERTO SARAIVA PUBLICA LIVRO PELA EDITORA PLANETA

12/09/16 

 

Considerado um dos maiores empreendedores do pais, Alberto Saraiva compartilha em 25 verbos para construir sua vida uma história rica em detalhes e mostra, por meio de suas vivências, que acreditar é o primeiro passo para realizar sonhos

 

E se um dos maiores empresários do Brasil resolvesse compartilhar com o público os pilares sob os quais construiu sua vida pessoal e profissional? Dono de uma das principais redes de fast-food do pais, o Habib’s, Alberto Saraiva reuniu em seu mais novo livro exatamente isso. Em 25 verbos para construir sua vida, lançamento da Editora Planeta, o empresário compila os principais ensinamentos que pautaram (e ainda pautam)  sua vida e os compartilha de forma generosa com os leitores.

 

Longe de ser apenas um livro de `receitas`, 25 verbos oferece a oportunidade de o leitor refletir a respeito de pontos cruciais e comuns a vida de todos, independentemente da posição social e/ou profissional que se tem. Afinal, quem nunca titubeou diante de uma decisão? Quem já não deixou de lado um sonho por achar que não era `bom o suficiente’? A cada virar de página, no entanto, o leitor percebe que conjugar os verbos corretos é o princípio fundamental para quem quer confiar mais em si mesmo e crescer.

 

Com prefácios de Augusto Cury, Miguel Falabella, Nizan Guanaes e Geraldo Alckmin, além de orelha assinada pelo publicitário Washington Olivetto e contracapa do técnico da seleção brasileira de vôlei feminino, Bernardinho, 25 verbos conta, ainda, com reproduções de obras da artista plástica Suzana Garcia que transformou em arte as palavras inspiradoras de Alberto Saraiva.

 

Parte da venda do livro 25 Verbos para Construir sua Vida será revertida a uma entidade beneficente.

 

Tour de lançamento

 

O Tour já passou por São Paulo (25 e 27/08), Rio de Janeiro (30/08) e Fortaleza (05/09), e, agora, volta à São Paulo para o CONAREC – Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente (13/09). O lançamento segue, ainda, para as cidades de Ribeirão Preto (SP – 15/09) e Curitiba (PR – 27/09). A expectativa é que todos estes eventos reúnam um público de mais de 5 mil pessoas.

 Sobre o Autor

Nascido em 1953, na Aldeia de Velosa, em Portugal, Antônio Alberto Saraiva é médico – formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – casado e pai de cinco filhos. Passou a infância e adolescência na cidade de Santo Antônio da Platina, interior do Paraná. Com o sonho de ser médico, mudou-se com a família para São Paulo.

Já cursando medicina, aos 19 anos, foi obrigado a interromper a faculdade quando seu pai foi assassinado durante um assalto à padaria da família, que ficava na bairro do Brás. Desolado, quase abriu mão do negócio, mas em um desabafo com um taxista ouviu o conselho que mudou o rumo de sua vida: “Filho, não desista! É preciso caminhar! A gente não sabe onde é que está o nosso sonho” (as mesmas palavras que o pai lhe dizia).

Naquele dia, retomada a fé que sempre lhe guiou, a história recomeçou e como o estabelecimento era o único meio de sustento da família, Alberto, o filho mais velho, se viu na obrigação de se dedicar ao negócio.

A padaria prosperou e, em 1976, obteve seu primeiro lucro comercial com a venda do estabelecimento. O valor de seu esforço é maior na medida em que conseguiu prosperar nos negócios ao mesmo tempo em que concluiu o curso de medicina.

Alberto Saraiva seguiu investindo no ramo da alimentação. Seus negócios sempre prosperavam justamente por apresentar diferenciais e estratégias ousadas, entre eles a Casa da Pizza Rodízio, a Casa do Nhoque, Casa da Fogazza e Casa do Pastel. Já era, inclusive, procurado por comerciantes para atuar como consultor.

Seu próximo passo foi investir em uma lanchonete na rua Lins de Vasconcelos, em São Paulo (SP). Na administração do estabelecimento, conheceu um dos melhores cozinheiros árabes de São Paulo, Paulo Abud. Saraiva percebeu que os restaurantes especializados nesse tipo de comida eram raros na cidade e com preços altos, identificando mais uma possibilidade de prosperar. Então, colocou a mão na massa, literalmente, contando com os ensinamentos do novo cozinheiro.

Em 1988, inaugurou o primeiro Habib’s na Rua Cerro Corá em São Paulo (SP). Saraiva decidiu adaptar os produtos árabes oferecidos no estabelecimento ao paladar do brasileiro. Além disso, incluiu no cardápio outros produtos mais comuns ao público e com os quais havia trabalhado em estabelecimentos anteriores: pizza, pastel e chope.

Responsável pelo fenômeno comercial do fast-food brasileiro, transformou a marca Habib’s na maior Rede árabe do mundo e na 1º de capital 100% nacional. Nos últimos anos, fez um trabalho extremamente profissional na expansão do Habib’s. Desenvolveu uma estrutura verticalizada para atender e acompanhar o crescimento da rede e outras marcas se somaram ao Grupo.

Tornou-se um dos empresários mais requisitados para palestras sobre lucratividade, motivação e sucesso do case Habib´s. Foi eleito, por duas vezes, CEO do Ano, pela revista Consumidor Moderno. Escreveu vários livros voltados ao negócio e é autor, ainda, da publicação “Os Mandamentos da Lucratividade”, já na 25ª edição, com ensinamentos originais de como se administrar e obter excelentes lucros.

 

 Fonte e  Informações:

Alberto Saraiva

Francini Giannichi Pizzutto – francini.pizzutto@habibs.com.br

Editora Planeta

Raquel Magalhães – rmagalhaes@editoraplaneta.com.br

Tamiris Busato – tbusato@editoraplanetas.com.br

 

 

Categorias: Opinião
Postado por priscilla aloi 

>> Mãe da Fé …

11/09/16 

Peça a Mãe que o Filho atende . Que eu e você tenha uma fé como a de Maria.Bom domingo, priscilla aloi

vídeo domínio-público youtube

Categorias: Espiritualidade
Postado por priscilla aloi 

>> Sua alegria faz a gente voar …

09/09/16 

Azul entra na mídia com “Sua alegria faz a gente voar”

Primeira campanha institucional, criada pela Y&R, apresenta novo posicionamento da marca com viajantes reais, fotografados por Maurício Nahas em pleno voo

São Paulo, 8 de setembro de 2016. “Aí a sua felicidade deixa a gente ainda mais feliz e nos faz trabalhar ainda melhor. Simples assim. É isso que você vê e sente em cada aeronave da Azul para qualquer um dos nossos destinos no Brasil e no mundo. Então seja bem-vindo e fique à vontade. Afinal, na Azul, é a sua alegria que faz a gente voar”. O mote da primeira grande campanha institucional da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, criada pela Y&R, reflete o DNA da companhia e sua preocupação em cuidar das pessoas. A campanha conta com veiculação nacional, trazendo viajantes reais, fotografados pelo renomado Maurício Nahas.

A campanha composta por um filme manifesto para TV e internet, anúncios impressos (revistas e jornais), spots de rádio e mídia exterior muda a maneira da companhia aérea se comunicar com seus clientes. Para ilustrar a proximidade cada vez maior da Azul com seus viajantes, todas as peças mostram pessoas reais, em viagens de lazer ou negócios, para alguns dos destinos mais exuberantes do país – Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Manaus (AM), Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS) e Bonito (MS) – e para Orlando (EUA).

“Mais do que voar, nosso negócio é cuidar de pessoas. São para elas que nossos tripulantes trabalham todos os dias, seguindo nossa missão de servir, servir e servir. A Azul quebrou paradigmas e trouxe ao mercado brasileiro um estilo diferente de voar e é isso que estamos mostrando nessa nova campanha institucional. Reforçamos alguns atributos da marca Azul: uma empresa espontânea, simpática, jovem e muito atenciosa”, destaca Cláudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da Azul.

Para evidenciar o DNA da Azul em proporcionar uma experiência de viagem diferenciada, com momentos únicos, embalados por cuidados especiais, os próprios clientes toparam ser fotografados. “Optamos por surpreender os clientes da companhia aérea com um pedido para fotografá-los, assim na hora, do jeito que estavam, sem os aparatos dos grandes ensaios fotográficos com o objetivo de mostrar que, para a Azul, em primeiro lugar vem as pessoas e a experiência que elas têm com a companhia – que está em sintonia com seus clientes – oferecendo uma aviação mais humana e próxima, por isso o conceito ‘Sua alegria faz a gente voar’”, acrescenta Marcello Penna, VP de Atendimento da Y&R.

A criação é de Christian Fontana e Jorge Iervolino, com direção de Criação de Jorge Iervolino.

 

FICHA TÉCNICA

Cliente: Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Produto: Institucional

Título: Manifesto Azul

Agência: Y&R

Duração: 60” e 30”

Dir. Criação: Jorge Iervolino

Redator: Christian Fontana

Dir. Arte: Jorge Iervolino

Atendimento: Marcello Penna, Léo Balbi, Talitha Gomes e Roberto Noto

Aprovação Cliente: Claudia Fernandes, Beatriz Spira e Fabio Marão

Planejamento: David Laloum, Tatiana Tsukamoto e Filipe Leonardos

Mídia: Gustavo Gaion, Glaucia Montanha, Patricia Russo, Naiara Azevedo e Victor Bakos

RTVC: Nicole Godoy, Anderson Rocha e Caroline Reis

Produtora: Equipe Y&R

Direção: Equipe Y&R

Montagem: Equipe Y&R

Pós-produção/ finalização: 7 Filmes

Produtora de som: Cream Studio

Produtor de som: Waldo Denuzzo

Atendimento: Renata Gianetti

Locutor: Thiago Jota (Via produtora Tesis)

Data de produção: Setembro/ 2016

Fonte e iformações para a imprensa – Y&R: GRUPO NEWCOMM     

Categorias: Moda
Postado por priscilla aloi 
TOP BLOG 2015
FUNDAÇÃO ABRINQ
Parceiro
As informações contidas nas entrevistas são de responsabilidade dos entrevistados
Categorias
Arquivo